Missão

  • Preparamos alunos e formandos, orientando-os a moldar os seus próprios futuros.

  • Contribuímos para uma boa integração na formação de níveis subsequentes e no mercado de trabalho.

  • Participamos na redução do desemprego jovem em Cabo Verde.

  • Somos parceiros ativos e credíveis para o desenvolvimento das comunidades locais, regionais e nacionais.

  • Satisfazemos os demais utentes.

  • Promovemos a cultura empreendedora, para expansão e melhoria da qualidade do Ensino Técnico e da Educação Profissional, por meio de uma interface moderna e eficiente, a fim de gerar um impacto relevante no desenvolvimento económico e social local, da região e do país.

Visão

Todos os alunos e formandos bem-sucedidos no final da formação, com bases e conhecimentos sólidos para realizarem o seu projeto de vida, com autoestima, determinação e ambição.

Escola de referência em termos de Ensino Técnico e Educação / Formação Profissional.

Ser uma escola de referência regional e nacional no Ensino Técnico e na Educação Profissional, a fim de difundir e aplicar o conhecimento, para a melhoria da qualidade de vida da sociedade.

Alicerce legal

Trabalho, Empreendedorismo, Inclusão, Comprometimento, Confiança, Cidadania e Responsabilidade social e ambiental.

Acredita na equipa de trabalho e nos demais colaboradores para atingir os objetivos, com persistência e flexibilidade, respeitando opiniões, ética, coerência, qualidade, criatividade, equidade, inclusão e disciplina.

Valores

A Escola Secundária Polivalente Cesaltina Ramos (vulgo, Escola Técnica da Praia), foi construída no ano de 1995, com financiamento da União Europeia, e criada pela Portaria nº18/96 de 29 de abril, publicada no B.O. nº12.

Escola Acreditada pelo Sistema Nacional de Qualificações.

Objetivos

A ESPCR tem por objeto a estruturação e a gestão sustentável da educação profissional, capaz de criar cursos por meio da interação e cooperação com empresas, organizações não-governamentais e governamentais. Para a consecução dos seus objetivos, a ESPCR concentra a sua atuação na educação profissional em termos de capacitação de nível 2 e Formação Profissional de nível 3, 4 e 5, sendo, igualmente, objetivos permanentes da ESPCR:

  • Buscar, de forma cooperada e multidisciplinar, soluções para a melhoria permanente da educação profissional, tendo como foco as necessidades dos setores produtivos e de serviços;

  • Participar na conceção e gestão de mecanismos modernos de suporte à formação do capital humano;

  • Contribuir para o desenvolvimento económico e social da localidade e da região, por intermédio da conceção e da coordenação de projetos e programas de criação e difusão do conhecimento da educação profissional;

  • Dar suporte à consolidação e ao surgimento de novas Qualificações do SNQ;

  • Criar condições para a implantação da cooperação e da parceria entre instituições de ensino e pesquisa, empresas, governos e agências nacionais e internacionais de promoção do desenvolvimento (OIT), nos seus diversos níveis, para aumentar o intercâmbio do conhecimento e a sua aplicação, Gestão da Educação Profissional;

  • Identificar fontes e mobilizar recursos para o desenvolvimento da educação profissional;

  • Realizar o marketing e a promoção da educação profissional local e na região;

  • Diagnosticar, planear de forma sistemática, projetar, construir, operar, ampliar e melhorar, conforme as novas necessidades e adequar as suas atividades às novas realidades.

A ESPCR está orientada para atingir os seus objetivos por meio dos seguintes princípios norteadores:

  •  Educação como caminho para a cidadania plena;

  • Desenvolvimento e integração de competências indispensáveis à formação integral do indivíduo;

  • Educação direcionada para a compreensão positiva das transformações sociais;

  • Absorção de conhecimento técnico-científico e humanista permeável à formação de empreendedores;

  • Construção de redes de parcerias que desencadeiam ações de intercomplementaridade e sustentabilidade;

  • Flexibilização da estrutura curricular por intermédio de sistemas modulares;

  • Permanente aperfeiçoamento dos professores da área específica de Educação Profissional.